Atividades de Extensão

Português, Brasil

 

Os professores permanentes, colaboradores e participantes do PPgMS coordenam diversos laboratórios e estruturas com ampla área para assistência e produção de pesquisa, tais como: os Núcleos de Bioética (Prof. Dr. Eduardo Martins Neto e Profa. Dra. Liliane Kusterer Lins); Núcleo de Endocrinologia Pediátrica (Prof. Dr. Luis Fernando Fernandes Adan); Núcleo de Epidemiologia Clínica e Medicina Baseada em Evidências (Prof. Dr. Antônio Alberto da Silva Lopes); Aliança de Redução de Danos Fátima Cavalcanti (Prof. Dr. Tarcísio Matos de Andrade); Divisão de Neurologia e Epidemiologia (Prof. Dr. Ailton de Souza Melo); Unidade Metabólica Fima Lifshitz (Prof. Dr. Hugo da Costa Ribeiro Júnior); Núcleo de Esteato Hepatite Não Alcoólica e Hepatites Virais (Profa. Dra. Helma Pinchemel Cotrim, Prof. Dr. Raymundo Paraná, e Prof. Dr. André Castro Lyra); PROAR (Prof. Dr. Adelmir de Souza Machado e Prof. Dr. Álvaro Augusto Souza da Cruz Filho); Centro de Referência para Avaliação de Distúrbios Respiratórios do Sono (Prof. Dr. Adelmir de Souza Machado); Laboratório de Imunologia (Prof. Dr. Edgar Marcelino de Carvalho Filho); Centro de Estudos de Gastroenterologia e Hepatologia Pediátricas (Profa. Dra. Luciana Rodrigues Silva); Centro de Estudos dos Transtornos de Humor e Ansiedade (Prof. Dra. Ângela Marisa de Aquino Miranda-Scippa e Prof. Dr. Lucas de Castro Quarantini); Laboratório de Pesquisa em Infectologia (Prof. Dr. Eduardo Martins Neto e Prof. Dr. Carlos Roberto Brites Alves).

Estes serviços e laboratórios tem forte inserção social, participando ativamente de iniciativas junto à comunidade, ONGs, e associações de pacientes, o que gerado benefícios significativos resultantes destas parcerias, para a sociedade como um todo, e como contribuições às políticas públicas de enfrentamento destes problemas. Destacamos alguns projetos de extensão vinculados ao PPGMS:

 

1-PROAR- O Programa para o Controle da Asma na Bahia (ProAR) é um programa de extensão do Departamento de Medicina da Faculdade de Medicina da Bahia - Universidade Federal da Bahia (UFBA), criado em 2002 com o objetivo de colaborar com o SUS na prevenção e controle da asma. Em 2009, foi constituído o Núcleo de Excelência em Asma da UFBA (Programa de Núcleos de Excelência do CNPq/FAPESB) tendo com embrião o ProAR que também faz parte do Instituto Nacional de Ciência, Inovação e Tecnologia em Saúde (CITECS) - UFBA. Ao longo dos últimos 10 anos, o ProAR tem oferecido assistência a mais de 4.000 pacientes com asma grave em Salvador e Feira de Santana, resultando em redução superior a 70% das hospitalizações por asma em ambas cidades. Adicionalmente, a equipe do ProAR promoveu a capacitação de 514 profissionais do SUS e ofereceu campo de prática para mais de 300 alunos de graduação, incluindo 21 alunos de iniciação científica ou trabalho de conclusão de curso, da UFBA e da Universidade Católica de Salvador. Os professores permanentes e egressos do PPGMS, Ávaro Cruz e Adelmir Machado, são fundadores do ProAR. Desde 2006, o ProAR foi adotado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como modelo para o controle da asma nos países em desenvolvimento, sendo inicialmente liderado pelo Prof. Álvaro A. Cruz, que coordena agora o Núcleo de Excelência em Asma da UFBA. O ProAr passou a ser coordenado pelo Prof. Adelmir Souza-Machado professor do Instituto de Ciências da Saúde da UFBA.

 

2-Aspectos éticos e bioéticos envolvidos na atenção à saúde bucal de pacientes com Doença Hepática Crônica (PRODOC UFBA 2013/ Edital Pesquisa Para o SUS: Gestão Compartilhada Em Saúde - PPSUS-BA MS/CNPq/FAPESB/SESAB 2014). Este projeto de extensão permanente na UFBA (PROEXT- 7612) atualmente é referência na Bahia para atenção à saúde bucal de pacientes em lista de transplante hepático. Sua relevância em saúde pública reside no fato de combater a maior causa de óbito pós transplantes que são as infecções, em especial as infecções bucais. Muitos pacientes eram desativados da lista de espera por infecções bucais, já em nível da atenção primária. O projeto capacitou cerca de de 300 profissionais cirurgiões-dentistas da rede de saúde pública na atenção à pacientes com doença hepática crônica. Dois alunos de mestrado e um de doutorado do PPGMS, que também foram pesquisadores PIBIC desde a graduação no mesmo, tiveram ou têm produtos de dissertação/tese derivados deste projeto (Larissa Souza Santos Lins -mestrado e Inácio Aguiar - doutorado). Ambos discentes foram bolsistas PIBIC UFBA na graduação, orientados pela coordenadora do projeto Professora Liliane Lins-Kusterer, desenvolvendo temas relacionados a este projeto. Os discentes continuaram na mesma temática nos seus projetos de dissertação e tese vinculados ao PPGMS.

 

3 - Curso de Formação de Conselheiros para Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos. Há quatro anos, o PPGMS, em parceria com o Núcleo de Pesquisa e Educação Transdisciplinar em Bioética da FMB (NETBio) realiza este curso de extensão devidamente registrado na Pró-Reitoria de Extensão da UFBA sob número 10185. O curso é oferecido gratuitamente para a sociedade e representa uma iniciativa do PPGMS na formação do controle social em ética e pesquisa. Utiliza a Plataforma Moodle para aulas complementares, difusão de materiais didáticos e realização de exercícios de aprendizagem.

 

4-Atenção integral de pessoas com doenças raras e doenças crônicas por meio do sistema de Telessaúde. Esse projeto iniciou-se em junho de 2019, quando o Hospital Universitário Professor Edgard Santos foi habilitado como centro de referência para doenças raras. Os seus objetivos iniciais eram identificar pessoas de risco para doenças familiares, diagnosticar enfermidades raras (DR), planejar e avaliar a reabilitação integral realizada por equipe multiprofissional, utilizando-se das tecnologias da comunicação para discutir, planejar e orientar as equipes de saúde participantes do tratamento integral. Objetivou também auxiliar na prevenção de doenças raras, incluindo as que tenham envolvimento neurológico. As ações do projeto buscam uma cooperação com a Unidade Básica de Saúde da Família, objetivando-se a manutenção do tratamento, principalmente a reabilitação, próximo ao local de habitação da família dos indivíduos com DR. Entretanto, com o advento da pandemia do coronavírus, nosso grupo de pesquisa ampliou uma parceria pré-existente com o Núcleo de Telessaúde da SESAB, para atendimento de pacientes com doenças crônicas em geral, através da WEB, pelos docentes da FMB, que devem servir de consultores on-line para os profissionais da UBS. Desse modo, além da assistência especializada, os docentes obterão dados que servirão para gerar informações em ensino da área de saúde em geral e também na epidemiologia, quadro clínico, prevenção e tratamento das doenças existentes nos 417 municípios da Bahia, área de abrangência do nosso projeto atual. Esse projeto integra linha de pesquisa da Pós-Graduação em Medicina e Saúde, FMB UFBA e também contempla aspectos da qualidade de vida relacionada à saúde e do direito à saúde. 

Share