Linhas de Pesquisa

Esteato-Hepatite Não Alcoólico e Hepatites Virais:
  • Esta linha de pesquisas contempla projetos que envolvem as mais frequentes doenças de fígado e do aparelho digestivo: Hepatites Virais; Esteato-Hepatite Não Alcoólica - DHGNA; Carcinoma Hepatocelular; Doenças inflamatórias intestinais.
Clínica e Epidemiologia da Asma:
  • Esta linha de pesquisa tem como principais vertentes a investigação clínica e epidemiológica das doenças respiratórias e alérgicas; a identificação e prevenção de riscos futuros para a asma, rinite e comorbidades; o estudo das evidências baseadas em saúde.
Condições de saúde e fatores que influenciam na assistência às pessoas e grupos sociais, incluindo aquelas que usam substâncias Psicoativas
  • Estudos na inter-relação entre aspectos das Ciências Humanas incluindo Bioética no processo de saúde-doença, envolvendo pacientes e profissionais da área.
Aspectos Clínicos da Hipertensão Arterial e complicações Cardiovasculares:
  • Pesquisar e explorar questões da interface entre cardiologia, nefrologia e endocrinologia, notadamente aquelas relacionadas aos principais agravos a saúde do adulto como a hipertensão arterial sistêmica e o diabetes mellitus.
Fisiologia das Vias Histaminérgicas Centrais:
  • Estudos em fisiologia das vias histaminérgicas centrais, controle da sede e do apetite. Estudos em psicofarmacologia e terapia cognitiva, envolvendo ensaios clínicos, revisões sistemáticas e meta-análises.
Aspectos Clínicos e Fisiopatológicos das Retroviroses Humanas:
  • Estudos em HIV-AIDS e infecção pelos vírus HTLV-1 e HTLV-2, envolvendo aspectos de epidemiologia, imunopatologia, diagnóstico, co-morbidades e tratamento. Colaborações internacionais e intercâmbio de docentes.
Doenças Metabólicas e Infecciosas em Pediatria:
  • Estudos etio-epidemiológicos, clínicos, diagnósticos e terapêuticos de infecções na faixa etária pediátrica, com objetivos de quantificar a carga de doença, identificar o perfil dos agentes, descrever as características clínicas mais relevantes, apresentar o melhor diagnóstico.
 
Avaliação Funcional e Reabilitação de Doenças Crônicas:
  • Esta linha de pesquisa investiga os processos relativos à avaliação físico-funcional e às repercussões de intervenções individuais e coletivas que visem à promoção, a prevenção e a reabilitação de pessoas com doenças crônicas. Tem como objetivo explorar os processos que envolvem a análise e avaliação das disfunções e dos métodos e recursos de intervenção clínica em disfunções de pacientes com doenças crônicas, envolvendo ensaios clínicos, revisões sistemáticas e meta-análises.
Transtornos de Humor, Ansiedade e Cognição:
  • Compreende pesquisas dos mecanismos fisiopatológicos, aspectos diagnósticos, clínicos, terapêuticos, etiológicos e psicossociais dos transtornos de humor, ansiedade e comorbidades psiquiátricas com doenças clínicas.
 
Doença Renal Crônica:
  • A linha de pesquisa em doença renal crônica (DRC) inclui estudos que avaliam questões voltadas para os diversos estágios da DRC. A linha de pesquisa contempla investigações etiológicas de DRC e dos determinantes de eventos em pacientes com DRC como progressão para o estágio terminal, qualidade de vida relacionada à saúde, depressão, desnutrição, distúrbios do metabolismo mineral, anemia, eventos cardiovasculares fatais e não fatais, doenças infecciosas, mortalidade por qualquer causa e hospitalização. Projetos e publicações da linha de pesquisa são frutos de parcerias com pesquisados de instituições universitárias do Brasil como USP, Universidade Federal de São Paulo, Universidade Federal Fluminense e  Pontifícia Universidade Católica do Paraná e também de instituições estrangeiras como a Universidade de Michigan em Ann Arbor e a Emory University em Atlanta.

Estudo da Dor

  • Esta linha de pesquisa visa desenvolver pesquisas clínicas e experimentais envolvendo fisiopatologia da dor e suas repercussões orgânicas, avaliação e mensuração da dor, validação de instrumentos para abordagem da dor, dor aguda e crônica  e sistema imune, dor e controle de movimentos, distúrbios do sono, comorbidades psíquicas e psiquiátricas e dor, memória e dor, estudos clínicos (intervenções farmacológicas e não-farmacológicas, bloqueios regionais e neuromodulação) e epidemiológicos em síndromes dolorosas agudas e crônicas, educação em dor, estudos de avaliação de aderência a tratamento, farmacovigilância e monitoração de efeitos adversos a longo prazo e uso de recursos eletrofisiológicos para guiar o tratamento.

Estudo das Malformações Fetais

  • Esta linha de pesquisa se dedica a estudar as alterações maternas que podem interferir na formação, desenvolvimento e bem-estar fetais, assim como a própria evolução da gestação. Os fatores de risco materno que podem ser contemplados nesta linha incluem: processos infecciosos, hipertensão, diabetes, trombofilia, doenças imunológicas, dentre outras. Dentro desta linha de pesquisa também estão as alterações de adaptação placentária, como a pré-eclâmpsia e a restrição de crescimento intrauterino, bem como o estudo das complicações nas gestações gemelares monocoriônicas e suas possibilidades terapêutica. Dentro da saúde Materno-fetal, ainda estão contemplados os estudos restritos à formação fetal, assim como suas alterações hemodinâmicas, bioquímicas e genéticas.

Doenças do Sistema Reprodutor Feminino

  • Estudar aspectos clínicos e epidemiológicos das patologias que acometem o sistema reprodutor feminino

 

Share